ISSN 1519-0501

 

 

Indexação:

LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde.

LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.

RED ALYC - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal.

BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia.

DOAJ - Directory of Open Access Journals.

 

 .• Normas de Publicação

 

VERSÃO: JANEIRO/2008

AVISO:

 

A partir de 01/01/2008 a Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clinica Integrada adotará o sistema de Page Charge para a correção gramatical do Resumo/Abstract dos trabalhos, serviço este que será feito por um especialista da área. Desse modo, será cobrado POR TRABALHO uma taxa de R$ 50,00 (US$ 25,00 para autores estrangeiros) para custear essas despesas. Esse valor, no entanto, somente será cobrado se o artigo tiver sido aceito para publicação após a revisão por pares.

 

 

1. DAS NORMAS GERAIS
1.1. A Revista “Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada” é um periódico especializado, de publicação quadrimestral, aberto a contribuições da comunidade científica nacional e internacional, distribuída a leitores brasileiros e estrangeiros. Tem por finalidade publicar trabalhos científicos originais sobre temas relevantes para a Odontologia.
1.2. Idioma: Os trabalhos devem ser redigidos em português. Trabalhos em inglês ou espanhol somente serão considerados para publicação quando redigidos por autores estrangeiros.
1.3. O conteúdo dos trabalhos não reflete, necessariamente, a opinião do Conselho Editorial.
1.4. Os originais e as ilustrações não serão devolvidos aos autores.
1.5. Envio de Trabalhos: Os trabalhos devem ser enviados para o endereço
EDITOR CIENTÍFICO
Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada
Agência Cidade Universitária, Caixa Postal 5102
Universidade Federal da Paraíba
João Pessoa/PB, Brasil CEP: 58051-970

2. CATEGORIA DE ARTIGOS
2.1. Artigos originais - São contribuições destinadas a divulgar resultados de pesquisa inédita.
2.2. Artigos de Revisão - Avaliação sistematizada da literatura sobre determinado assunto. Serão escritos, mediante convite, por profissionais de reconhecida competência. Autores não convidados podem submeter aos Editores, por meio de um roteiro, uma proposta de artigo de revisão. Se aprovado, o autor poderá desenvolvê-lo. Artigos de Revisão não solicitados serão devolvidos aos autores.
2.3. Cartas ao Editor - Visam discutir artigos recentes publicados na Revista.
2.4. Ensaios
2.5. Resumo de Dissertação/Tese - Dedicado aos resumos de trabalhos finais da Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado). Deverão ser apresentados o resumo/abstract (máximo de 250 palavras) e os descritores/descriptors. Outras informações incluem título (português/inglês), Grau acadêmico, Curso, Data da defesa e Nome do Orientador.

3. DIREITOS AUTORAIS
3.1. Os trabalhos devem inéditos, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico em formato impresso ou eletrônico.
3.2. De acordo com as normas de direitos autorais, os trabalhos publicados são de propriedade da Revista “Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada”, sendo vedada a reprodução, em outro periódico, sem o conhecimento e a autorização prévia dos Editores. Por conseguinte, os originais submetidos à publicação, deverão estar acompanhados de Declaração de Responsabilidade e Transferência de Direitos Autorais, conforme modelos:

DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE
Certifico(amos) que participei(amos) suficientemente da autoria do manuscrito para tornar pública minha (nossa) responsabilidade pelo conteúdo.
Assumo (imos) total responsabilidade pelas citações e referências bibliográficas utilizadas no texto, bem como sobre os aspectos éticos que envolvem os sujeitos do estudo.
Atesto(amos) que, se solicitado, fornecerei(emos) ou cooperarei(emos) na obtenção e fornecimento de dados sobre os quais o manuscrito está baseado, para exame dos editores.


TRANSFERÊNCIA DE DIREITOS AUTORAIS
Eu (Nós), abaixo assinado(s) transfiro(erimos) todos os direitos autorais do artigo intitulado (título) à Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada.
Declaro(amos) ainda que o trabalho é original e que não está sendo considerado para publicação em outra revista, quer seja no formato impresso ou no eletrônico.
Data:
Assinatura(s)


3.3. Autoria: Cada trabalho deverá indicar o nome do autor responsável pela correspondência com a Revista, e seu respectivo endereço, incluindo telefone e e-mail. As pessoas designadas como autores devem ter participado como da elaboração do trabalho, incluindo a concepção do projeto de pesquisa, análise e interpretação dos dados, redação e revisão crítica. No final do texto devem ser especificadas as contribuições individuais de cada autor na elaboração do artigo.
Exemplo:
A. L. Cavalcanti participou do desenvolvimento do protocolo de estudo, analisou os dados, interpretou os resultados e escreveu o artigo. P. K. M. Bezerra realizou a coleta de dados, colaborou na interpretação dos resultados e redação do artigo. C. Moura contribuiu no desenvolvimento do protocolo de estudo, realizou a coleta de dados e revisou o artigo.

4. ASPECTOS ÉTICOS
4.1. As pesquisas envolvendo seres humanos e animais, deverão estar de acordo com a Declaração de Helsinky (1975) ou a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde, devendo ter o consentimento por escrito do paciente e aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP).
4.2. Deve ser enviado a cópia do Parecer do CEP. A ausência deste documento implicará na devolução do trabalho.
4.3. Ensaios Clínicos: Registro de ensaios clínicos estabelecidos pela OMS, identificado pelo número do registro, no final do resumo. [CONSORT - Consolidated Standards of Reporting Trials (www.consort-statement.org) and International Clinical Trials Registry Platform (ICTRP).
4.4. Experimentos envolvendo animais devem seguir o CIOMS (Council for International Organization of Medical Sciences) ethical code for animal experimentation (WHO Chronicle 1985; 39(2):51-6) e os preceitos do Colégio Brasileiro de Experimentação Animal - COBEA. (www.cobea.org.br).
4.5. O Editor Científico poderá recusar artigos que não cumprem rigorosamente os preceitos éticos da pesquisa envolvendo seres humanos ou animais.

5. CONFLITO DE INTERESSES
5.1. Os autores devem declarar qualquer conflito de interesse ou citar que não foram omitidas informações a respeito de financiamentos para a pesquisa ou de ligação com pessoas ou companhias que possam ter interesse nos dados abordados pelo artigo.

6. PROCESSO DE AVALIAÇÃO
6.1. Análise Preliminar: Inicialmente, os artigos submetidos à Revista serão apreciados pelos Editores Científicos nos seus aspectos gerais e normativos. O não atendimento às normas do periódico implicará na devolução do trabalho aos autores.
6.2. Avaliação pelos Pares (Peer Review): Realizada a análise inicial, os trabalhos submetidos à Revista serão encaminhados a dois Consultores para avaliação, pelo sistema duplo-cego, permanecendo em sigilo os nomes dos autores. Caso os pareceres sejam divergentes, um terceiro consultor dará o parecer final. O prazo para esta avaliação será de até 180 dias, a partir do recebimento, sendo encaminhado ao autor principal o parecer final do Conselho Editorial (aceito, aceito sob restrições e recusado). O anonimato é garantido em todo o processo de julgamento.
6.3. As reformulações sugeridas pelos avaliadores podem ser aceitas ou contestadas, podendo o autor recorrer da decisão por escrito. Os originais reformulados entrarão na pauta de publicação de acordo com a ordem cronológica dos documentos definitivamente aprovados. Os autores são então informados da data provável de publicação, ocasião em que serão registradas as datas do recebimento inicial, das reformulações e da aprovação oficial do documento.
6.4. A Editoria Científica da Revista reserva-se o direito de modificar o texto, quando necessário, sem prejudicar seu conteúdo, com o objetivo de uniformizar a apresentação.
Trabalhos Aceitos - Trabalhos aceitos ou aceitos sob restrições poderão ser devolvidos aos autores para correções ou adequação à normalização da Revista.
Trabalhos Recusados - Os trabalhos não aceitos serão devolvidos aos autores no prazo de até 12 (doze) meses.

7. APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS
7.1. Os trabalhos devem ser redigidos segundo a ortografia oficial, em folhas de papel A4, fonte Arial tamanho 11, espaço duplo e margens de 2,5cm de todos os lados, perfazendo o total de no máximo 15 páginas, incluindo página de identificação, resumos, referências e ilustrações (gráficos, tabelas, fotografias, etc.), com todas as páginas numeradas no canto superior direito.
7.2. Cada trabalho deve ser enviado em 2 vias, com cópia em cd-rom, em editor de texto compatível com Word 2000, recomendando-se que os autores retenham uma cópia em seu poder.
7.3. Página de identificação - Deve conter: a) Título do artigo, que deve ser conciso e completo. Deve ser apresentada a versão do título para o idioma inglês; b) Nome e sobrenome de cada autor pelo qual deseja ser reconhecido na literatura, devendo ser evitado abreviaturas; c) Afiliação do(s) autor(es): Informar uma única afiliação. Deve conter: Titulação máxima, disciplina, departamento e instituição a que cada autor está afiliado, cidade, estado e país; d) Nome e Endereço do autor responsável para troca de correspondência; e) Se foi subvencionado, indicar o tipo de auxílio, o nome da agência financiadora e o respectivo número do processo.
7.4. Resumos - Os trabalhos devem ser apresentados contendo dois resumos, sendo um em português e outro em inglês (Abstract). Devem ter no mínimo 240 palavras e, no máximo, 280 palavras. Devem ser ESTRUTURADOS, apresentando os seguintes itens: Artigo Original: Objetivo (Purpose), Método (Method), Resultados (Results) e Conclusão (Conclusion). Artigo de Revisão: Introdução (Introduction), Objetivo (Objective) e Conclusão (Conclusion).
7.5. Descritores - Devem ser indicados, no mínimo, 3 e, no máximo, 5. Os descritores em língua portuguesa devem ser extraídos da terminologia Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Quando acompanharem o Abstract, serão denominados de Descriptors e devem ser baseados no Medical Subject Headings (MeSH).
7.6. Texto - A estrutura do texto é a convencional: Artigo Original: Introdução, Revisão de Literatura (Facultativo), Metodologia, Resultados, Discussão e Conclusão. Artigo de Revisão: Introdução, Revisão de Literatura, Discussão e Conclusão.
7.7. Agradecimentos - Destinado às contribuições de pessoas que prestaram colaboração ao trabalho e que não preenchem os requisitos de autoria. Podem ser incluídos nesta seção agradecimentos a instituições (apoio financeiro) ou empresas (apoio material).
7.8. Citações no Texto - Utilizar o sistema numérico de citação, no qual somente os números-índices das referências, na forma sobrescrita, são indicados no texto. Números seqüenciais devem ser separados por hífen; números aleatórios devem ser separados por vírgula. Somente é permitida a citação de nomes de autores (seguidos de número-índice) quando estritamente necessário.
Exemplos de Citação no Texto:
A literatura tem evidenciado possibilidade de transmissão de microrganismos bucais entre familiares, particularmente da mãe para os filhos1,2,6-8.
De acordo com Silva et al.13 a maioria das crianças que apresenta cárie severa reclama de dor.
7.9. Referências Bibliográficas
7.9.1. Devem ser numeradas e normatizadas de acordo com o Estilo Vancouver, conforme orientações fornecidas pelo International Committee of Medical Journal Editors no “Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals” (http://www.icmje.org). O número máximo de referências é 30 (para qualquer categoria de trabalho).
7.9.2. Os títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo com o “List of Journals Indexed in Index Medicus” (http://www.nlm.nih.gov/tsd/serials/lji.html) e impressos sem negrito, itálico ou grifo, devendo-se usar a mesma apresentação em todas as referências.
7.9.3. Os sobrenomes dos autores devem ser seguidos pelos seus prenomes abreviados sem ponto ou vírgula. Usar a vírgula somente entre os nomes dos diferentes autores.
7.9.4. Nas publicações com até seis autores, citam-se todos; nas publicações com sete ou mais autores, citam-se os seis primeiros e, em seguida, a expressão latina “et al.”.
7.9.5. Referências a comunicação pessoal e artigos submetidos à publicação não devem constar da listagem de Referências.

Exemplos de Referências Bibliográficas:
Artigo de Periódico
Hargreaves JA, Cleaton-Jones PE, Roberts GJ, Williams S, Matejka JM. Trauma to primary teeth of South African pre-school children. Endod Dent Traumatol 1999; 15(2):73-6.
Huang N, Shi ZD, Wang ZH, Qin JC, Chen E, Guo CL, et al. The malocclusion of primary dentition in the suburb of Chengdu: a cross-section survey. Hua Xi Kou Qiang Yi Xue Za Zhi 2005; 23(2):173-4.
Livro
Cavalcanti AL. Maus-tratos infantis: guia de orientação para profissionais de saúde. João Pessoa: Idéia, 2001. 72p.
Capítulo de Livro
Pinkham JR. A importância prática da Odontopediatria. In: Pinkham JR, Casamassino PS, Fields HW, Mc Tigue DJ, Nowak A. Odontopediatria: da infância à adolescência. 2. ed. São Paulo: Artes Médicas, 1996. p. 2-13.

8. TABELAS
8.1. Devem ser numeradas consecutivamente com algarismos arábicos, na ordem em que foram citadas no texto.
8.2. As tabelas deverão ter título e cabeçalho para todas colunas.
8.3. No rodapé da tabela deve constar legenda para abreviaturas e testes estatísticos utilizados.
8.4. Não se deve utilizar traços internos horizontais ou verticais.

9. FIGURAS (GRÁFICOS, FOTOGRAFIAS E ILUSTRAÇÕES)
9.1. Devem ser citadas como figuras.
9.2. Devem ser numeradas consecutivamente com algarismos arábicos, na ordem em que foram citadas no texto e apresentadas em folhas separadas.
9.3. As legendas devem ser claras, concisas e localizadas abaixo das ilustrações.
9.4. As ilustrações devem ser suficientemente claras para permitir sua reprodução, com resolução mínima de 300 dpi. Figuras coloridas não serão publicadas, a não ser que sejam custeadas pelos autores.
9.5. Caso existam figuras extraídas de outros trabalhos, previamente publicados, os autores devem providenciar permissão, por escrito, para a reprodução das mesmas. Estas autorizações devem acompanhar os manuscritos submetidos à publicação.

10. ABREVIATURAS E SIGLAS
Devem ser precedidas do nome completo quando citadas pela primeira vez. Nas legendas das tabelas e figuras, devem ser acompanhadas de seu significado. Não devem ser usadas no título e no resumo.

11. Correção Final (Proof)
11.1. Os artigos para publicação serão encaminhados, em prova gráfica, ao autor para as correções cabíveis e devolução no menor prazo possível. Se houver atraso na devolução da prova, o Editor Científico reserva-se o direito de publicar, independentemente da correção final.
11.2. A prova gráfica será enviada ao autor cujo endereço foi indicado para correspondência, ficando o mesmo responsável pela apreciação final do trabalho, estando os demais de acordo com a publicação do artigo.

 

VERIFICAÇÃO DE ITENS:

1. Envio de 2 vias do trabalho (1 original e 1 cópia).
2. Envio do arquivo em cd-rom.
3. Endereço para correspondência do autor principal, incluindo e-mail e telefone.
4. Declaração de Responsabilidade e Transferência de Direitos Autorais.
5. Cópia do parecer do Comitê de Ética em Pesquisa.

 

 

 

© 2005-2008    Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal

Agência Cidade Universitária      Caixa Postal 5102

Universidade Federal da Paraíba - Campus I

João Pessoa - PB            CEP 58051-970

E-mail: apesb@terra.com.br

Publicação Oficial da APESB - Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal.

• Apoio •

O Periódico Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada é uma publicação Oficial da APESB - Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal.

Todos os direitos reservados © 2005-2008 Associação de Apoio à Pesquisa em Saúde Bucal

Créditos