REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA

ISSN 1519-5228


Volume 3 - Número 2 - 2º Semestre 2003


 

Morfologia do fruto, semente e plântula do Mororó (ou pata de vaca) – Bauhína forficata Linn

       

Giselle Medeiros da Costa Silva1; Humberto Silva2; Myrthis Virginia Alves de Almeida3 ; Mário Luiz Farias Cavalcanti4; Patrícia de Lima Martins5.

 

 

RESUMO

 

O mororó ou pata de vaca (Bauhinia forficata Linn) apresenta grande importância para a caatinga paraibana, tanto para a medicina caseira como pelo seu valor econômico, apesar de tal, encontra-se ameaçada de extinção segundo caririzeiros da região. Objetivou-se o conhecimento morfológico do fruto, semente e plântula desta espécie. Os frutos foram coletados em Fagundes – PB, para a descrição destes tomou-se medidas de comprimento e largura, tipo de deiscência, morfologia do epicarpo, forma, tamanho, consistência e quantidade de sementes; para as sementes analisou-se a forma, cor e posição do hilo; as sementes foram postas para germinar em papel germitest, para possíveis observações da fase germinativa. Observou-se que os frutos do mororó são simples, seco, do tipo legume, deiscentes, segmentados, com média de 18 cm de comprimento, e 0,15cm de largura; coloração marrom escura; sutura dorsal pouco dilatada, com 15 sementes por fruto; estas são ovaladas, sua coloração depende da época de coleta dos frutos, podendo ser marrom esverdeada, quando coletados no mês de Novembro, ou marrom escura, quando coletadas no mês de Dezembro; Apresenta em sua extremidade um hilo pontiagudo. A germinação iniciou ao 8º dia após o plantio, no 15º dia após o plantio saíram as folhas primárias, no 30º dia de germinadas, mediam 8 cm de comprimento, e aos 60 dias, com  11cm. Concluiu-se que os frutos do mororó ou pata de vaca são simples, seco, do tipo legume e deiscentes com dispersão bolocórica; as sementes são ovaladas, sua coloração depende da época de coleta dos frutos, podendo ser marrom esverdeada ou marrom escura; a germinação é do tipo epígea.

 

Palavras-chave: morfologia, mororo, Bauhinia forficata Linn, caatinga paraibana

 

 

ABSTRACT

 

The mororó or cow paw (Bauhinia forficata Linn) presents great importance for the savanna paraibana, so much for the home-made medicine as for its economical value, in spite of it is threatened of extinction according to caririzeiros of the area. It was aimed at the morphologic knowledge of the fruit, seed and plantule of this species. The fruits were collected in Fagundes - PB, for the description of these it was taken length measures and width, deiscência type, morphology of the epicarp, forms, size, consistence and amount of seeds; for the seeds it was analyzed the form, color and hilo’s position; the seeds were put to germinate in paper germitest, for possible observations of the germinative phase. It was observed that the fruits of the mororó are simple, dry, of the type vegetable, deiscentes, segmented, with average of 18 cm of length, and width 0,15cm; dark brown coloration; he/she sutures number little extensive, with 15 seeds for fruit; these are oval, its coloration depends on the time of fruits’ collection, could be brown greenish, when collected in the month of November, or brown dark, when collected in the month of December; Presents in its extremity a sharp hilo. The germination started in the 8th day after the planting, in the 15th day after the planting the primary leaves left, in the 30th day of having germinated, they measured 8 cm of length, and in the 60 days, with 11cm. It was concluded that the fruits of the mororó or cow paw are simple, dry, of the type vegetable and deiscentes with dispersion bolocórica; the seeds are oval, its coloration depends on the time of collection of the fruits, could be brown greenish or brown dark; the germination is epígea  type. 

 

Keyword: morphology, mororo, Bauhinia forficata Linn, caatinga paraibana

 

 


[1] - Bióloga - Pós-graduanda em Gestão e Análise Ambiental -Universidade Estadual da Paraíba - Departamento de História e Geografia. Rua Noberto Leal, nº 579 Alto Branco, Campina Grande – PB, gisacg@yahoo.com.br

[2] - Profº Dr. da Universidade Estadual da Paraíba - Departamento de Farmácia e Biologia.

[3] - Bióloga - Pós-graduanda em Gestão e Análise Ambiental -Universidade Estadual da Paraíba - Departamento de História e Geografia.

e-mail: myrthisvirginia@yahoo.com.br

[4] - Biólogo; Mestrando em Engenharia Agrícola - Universidade Federal de Campina Grande - Departamento de Engenharia Agrícola.

e-mail: mariolfcavalcanti@yahoo.com.br

[5] - Bióloga; Pós-graduanda em Gestão e Análise Ambiental -Universidade Estadual da Paraíba - Departamento de História e Geografia.

e-mail: plimamartins@yahoo.com.br